Os congressos de medicina existem em vários formatos. Embora a maioria seja destinada apenas a profissionais de saúde, outros há que abrem as portas a outros profissionais e cidadãos interessados nas temáticas apresentadas.

Esta abertura permite uma participação ativa, com conhecimentos técnicos adequados, a pessoas que, embora não sendo profissionais de saúde, lidam com os temas abordados de forma diária, seja em ambiente profissional ou em ambiente educacional formal.

Congressos para profissionais de saúde

A grande maioria dos congressos de medicina são organizados tendo como público-alvo os profissionais dos vários setores da saúde. Isto faz todo o sentido se tivermos em conta os graus de especificidade que estas pessoas têm nas tarefas que desempenham.

Os workshops e ações de formação são muito frequentes neste tipo de congressos, permitindo um aprofundar de saberes e uma partilha de conhecimentos entre profissionais bem estabelecidos na área, mas também para aqueles que estão a iniciar a sua carreira como profissionais de saúde.

A informação sobre datas e conteúdos destes congressos pode ser muitas vezes encontrada em sites e redes sociais de universidades, unidades de saúde ou das associações relevantes. Vale a pena seguir tais sites e redes sociais para não perder nenhuma oportunidade.

Congressos temáticos abertos

Normalmente com natureza mais abrangente e generalista, os congressos temáticos abertos são dirigidos tanto a profissionais de saúde como ao público em geral.

Um caso muito concreto prende-se com um tema interdisciplinar como é a PHDA, a Perturbação de Hiperatividade / Défice de Atenção. Congressos de medicina ligados à PHDA estão muitas vezes abertos a professores e aos pais de crianças e jovens com esta perturbação. Esta abertura permite uma abordagem mais abrangente e incisiva ao tratamento e contenção de sintomas desde tenra idade.

A intervenção precoce nestes casos é de extrema importância e estes congressos abertos constituem a oportunidade ideal para que todos os envolvidos possam adquirir as ferramentas necessárias para o fazer.